domingo, 1 de fevereiro de 2009

Pessoal

Bem... Andei aqui a hesitar antes de pôr este texto e de me expôr nele, mas agora que o fim de semana quase acabou decidi-me.
Este blog nasceu assim por acaso, por empurrão de uma amiga que também tinha um, (obrigada Deus por todas as pessoas que puseste no meu caminho, todas sem excepção me ensinaram alguma coisa),e sem ter nada de especial que colocar aqui , a não ser as crónicas que escrevia para os jornais aqui da região e outros poemas e textos alheios de que gostava.
Depois, lentamente, comecei a escrever outros textos, até que um dia alguém especial me disse que eu era capaz de escrever poesia e eu tentei...
Primeiro muito insegura, depois à medida que fui recolhendo opiniões, fui-me espraiando nas palavras, ganhando confiança de verso em verso.
Ontem foi um dia especial. Diferente.
Vi, pela primeira vez, os meus poemas impressos num livro e gostei. Com o meu nome. Não Maresia, não Rabiscos, mas eu Irene Cordeiro Pereira.
Embora sinta que a poesia me deixa nua, já não faz sentido continuar a ocultar o meu nome...
Já agora o livro chama-se antologia de poetas contemporâneos "Entre o sono e o sonho" da Chiado Editores.
Bem hajam.

11 comentários:

João Namorado disse...

Cara Irene,

A poesia é a expressão mais bela do que nos vais no coração, por esse motivo, só por isso, merece ser publicada. É urgente mostrar ao mundo a força da escrita.

Foi com enorme prazer que o Portal Lisboa a viu entrar nesta colectânea. Continue a escrever.

O Faroleiro disse...

Parabéns Irene. Continue a escrever. Embora não tenha deixado comentários, sou um seguidor assiduo do seu blog.
Resto de bom Domingo.

Aderito disse...

Sinto muito Orgulho e Felicidade, no facto da dra Irene Sentir e Exprimir, que este Livro foi um Marco, para novos Voos através da Poesia.
O Sonho tornou-se Realidade,com o Querer e no Acreditar.
Não tenho Dúvidas que o Passo Seguinte é Óbvio e não tem Retorno, Todos estamos a Torcer pelo Lançamento dum Livro todo Seu.
Um Abraço.Adérito.

Fénix disse...

Parabéns Irene. Imagino o orgulho. Eu também me sentiria assim se alguém reconhecesse o meu trabalho. Não percas a força e a coragem de "caminhar", de seguir as tuas palavras.

Boa semana.

Eduardo Aleixo disse...

Irene

Que bom! Fez bem em contactar. Naquela noite não houve muitas condições. Eu, por exemplo. só conheci duas pessoas, mas que já conhecia pelos blogues. A Organização não criou as condições para um maior contacto. Mas temos o livro com os nomes e os contactos. Eu vou ler os seus poema com. Faz bem em expor-se.A nossa interioridade, sendo exclusiva, tem muito em comum com os outros. Nós somos Um. A minha casa, À Beira de Àgua, é sempre bem-vinda. A gente vai conversando. Beijos.
Eduardo

PS: foi por lapso que no livro apareço com pseudónimo.

CM disse...

Olá Irene, muito obrigada pelas suas palavras no meu blog. Infelizmente não pude estar presente no lançamento do livro, mas também sinto um grande orgulho de ver as minhas palavras publicadas, tal como a Irene.
Beijinhos, com essência de partilha.

mateo disse...

Muitos parabéns, Irene! Como sabe bem...
Bjs

Pico minha ilha disse...

E assim aos poucos muita poesia e muitos escritores escondindos vão aparecedo.Sucesso

SILVA NETO disse...

Gosto. E não é fácil gostar. Mas gosto. Gosto mesmo, até da surpresa que foi para mim a descoberta da poetisa escondida. Gosto. Vale bem, pela amostra, um caminho próprio e solitário nas nossas letras.E há muito por onde crescer... Parabéns!

Cleopatra disse...

Então... Muitos parabéns. :-)

Sónia Pessoa disse...

Guardas-me um autografado para me dares pessoalmente no dia 22???... tenho cá um meu para ti também... beijinhos