domingo, 22 de fevereiro de 2009

Jantar bloguista Portomosense

Ontem fui a um jantar bloguista. Pretendeu-se reunir os blogues do concelho e respectivos donos e tratar todos os assuntos que os envolvem, anonimatos, comentários, moderação de comentários, etc.
Do jantar, o que mais sobressaiu, além do debate das questões previamente anunciadas, foi algum extremar de posições entre os dois blogues mais influentes em termos políticos no concelho.
De um lado o Vila Forte , a blogar desde 2006, feito por gente do PSD, com cinco editores e que não tem os comentários moderados, e de outro lado o Pensar Porto de Mós, feito pelo João Gabriel, jornalista da TVI, um blog que também começou em 2006 e que tem a particularidade de ter feito oposição ao executivo PSD, ter feito campanha para a lista socialista liderada por Salgueiro.
Uma brilhante campanha da qual João Gabriel foi director, digo brilhante porque quando se consegue vender com sucesso um mau produto a campanha é boa. Só que, após alguns meses de utilização do produto, diga-se governação salgueirista, João Gabriel, descobriu o quanto tinha sido boa a campanha, e voltou a fazer no seu blog oposição ao ao executivo camarário, desta vez a que tinha ajudado a eleger.
Dou estas explicações todas para que, quem me leia e não é de cá, perceba tudinho.
Estes dois blogues têm duas filosofias editoriais diferentes, cada uma com aspectos positivos e negativos, assumindo os respectivos donos as consequências que daí advêm. Foi consensual que o anonimato, quando serve para a difamação, o ataque pessoal rasteiro é uma arma torpe, devendo esses comentários ser eliminados, proclamando João Gabriel, com razão que, como não há moderação no Vila Forte e os comentários vão para o ar antes de ser sancionados, sendo apagados posteriormente, que o dano às pessoas visadas já está feito. Também é verdade que o Vila Forte, pelo facto de não moderar comentários tem constituido um fórum importantíssimo de discussão política concelhia, tendo conseguido de alguma forma disciplinar os ataques pessoais que diminuiram drasticamente desde o início.
Eu gostei de ir... Aproveitei o convívio com os bloguistas mais experientes para aprender alguma coisa, como por exemplo inserir links (já consigo!) e fotos (vou tentar).

Com esta ajuda já completei o post das correntes que me enviou o Anónimo, vejam mais abaixo os felizes contemplados.

14 comentários:

Ana Narciso disse...

Não consigo ainda apreciar com a devia distância o que se passou ali naquele jantar. Houve alguma agressividade com a qual eu não contava, excessos de linguagem que não aprovo nem aprovei. Saldou-se a experiência da conjugação computador, debate e comentários online tudo em simultâneo. Gostei mesmo do convívio; do clique e do toque. Não posso também deixar de lamentar o grande número de ausências: afinal tantos blogues e tão poucas presenças. Talvez numa próxima edição se consiga alterar esta situação. A diversidade é uma riqueza e o patamar da discussão , muito centrada, agora na moderaçao ou não dos comentários , deverá ser ultrapassada para outro nível da discussão ou seja: uma nova forma de participaçao cívica.

Maresia disse...

Pois... Anda está tudo muito fresquinho. Quanto aos excessos de linguagem nem os mencionei, porque achei que não valia a pena.Não gostei também, não era a hora nem o local.
Mesmo assim o balaço foi positivo, quanto às ausências não se esqueça que era sábado de Carnaval..

Paulo Sousa disse...

O jantar serviu para esclarecer algumas dúvidas que possam surgir em textos ou comentários não suficientemente claros.
Achei muito interessante a transmissão on-line, que permitiu que o debate fosse seguido à distância e que até de França tivessem chegado comentários e questões. Esta interactividade é realmente adequada para um encontro de blogs.
Gostei de participar.

pedro oliveira disse...

Hoje mais a frio tive oportunidade de falar contigo sobre o encontro de ontem, não pudemos deixar de concordar com os aspectos positivos, muitos, mas também concordámos com os aspectos negativos, alguns.
Ao fazer o "rewind" mental do que se passou ontem, lembrei-me, e muito, da crónica do Mário Crespo ao JN com o título:"fazer de conta".
boa semana para ti

pedro oliveira disse...

como estamos on-line, é só para te informar que este texto está linkado no vila forte.
Sempre no ar....

Maresia disse...

Paulo

Também achei gira a interactividade com o público que nos acompanhava em Portugal e no estrangeiro. Essa é uma das grandes qualidades da blogosfera.

Joga disse...

Gostei de participar pelo convívio mas também pela experimentação tecnológica (boa!! Paulo César e Belmiro!). Fico com a sensação que não teremos estado bem à altura daquele desafio... Espero que a iniciativa se repita com estes ou com outros intervenientes para falar destes ou de outros assuntos. Tenho a sensação que algo de novo pode estar a germinar na forma de comunicarmos. A malta da CINCUP parece-me atenta.

Maresia disse...

Pedro

Surpreendeu-me o extremismo de algumas posições, não esperava. Um ponto de vista diferente não tem que ser necessariamente pior, nem tem que ser atacado.
Boa semana para ti também.

Maresia disse...

Pedro

Sempre em cima do acontecimento!!!

Maresia disse...

Joga

Olá! Gosto de o ver por aqui... Também me parece que as coisas podiam ter corrido melhor, esperamos que seja um caminho de aperfeiçoamento.

MrCosmos disse...

Eu acho, como já se mencionou, que com uma maior distância, deixando "a borra assentar" poderemos tirar melhores ilações. A primeira impressão que me fica, e da qual estou convicto, é que este debate fazia falta. Penso que foi positivo.

Obrigado Irene pela Presença, e o alargar do debate.

cumptos,
Paulo César.

Anónimo disse...

Propositadamente deixei passar algumas horas sobre o encontro dos bloguistas. Agora aqui estou a comentar.
Não gosto nunca quando pessoas extremam as suas posições a tal ponto de usar um vocabulário impróprio que em nada ajuda á afirmação das suas idéias.
Educada e serenamente é sempre mais fácil fazer com que os outros compreendam o nosso ponto de vista.
E não me argumentem que é puratanismo. Não é. Sou o mais contrária a todas as formas de puritanismo que na maioria ds vezes apenas serve para camuflar comportamentos doentios em privado.
Apenas penso que os outros nos merecem respeito e consideração.
Mas ia eu falando do nosso encontro penso que daqui a seis meses dever-se-ia programar outro.
Comatando as pequenas dificuldades resultantes de um pouco de inexperiência (lembro o facto de ser sábado de carnaval) acho que correu muito bem e que será o prenúncio de uma mudança na forma de olhar a blogoesfera portomosense.
Os blogs estão aí e vieram para ficar pormuito tempo, modificando-se um pouco , porque nada é extático, mas vão afirmar-se cada vez mais coo sendo um veículo importante na transmissão das idéias e dos objectivos do universo das pessoas que os criam, que os comentam e que os leem mesmo sem os comentar.
Estou certa que no próximo encontro seremos muito mais pessoas, e que entre nós, amantes destas novas artes, sempre se estabelecerá um convívio saudável e agradável.
Maria Antonieta

Maresia disse...

Mr. Cosmos

Completamente de acordo! O debate foi positivo!

Maresia disse...

Antonieta

Sempre à frente! O que eu gosto das nossas conversas! O segredo é nunca falarmos de política, só daqueles asssuntos que só nós sabemos... Coisas de mulheres!
Concordo que se realize outro encontro, com a aprendizagem já realizada só pode correr bem.