domingo, 2 de novembro de 2008

Paragem

Vai parar e eu vou entrar
Sem conhecer o destino

quero embarcar

o mapa na ponta dos olhos
a rota traçada no peito
o leme de qualquer jeito


Cheira a lume na noite fria
árvores que se espalham no ar

é nesta embarcagem que vou

da vida que aqui parou
do cheiro que me chegou
das estrelas que os meus olhos contam
do sabor amargo que sou...

5 comentários:

bruno mateo disse...

Os sentidos arrastam-nos. Interessa para onde?
Sempre este bom gosto a maresia.
Beijo.

prafrente disse...

"quero embarcar"

espere que a maré suba...e então embarque no barco do amor...porque o amor é bússola que norteia a vida.

Bom fim de semana

Secreta disse...

Todos nós sentimos de quando em vez esse sabor amargo...

Vieira Calado disse...

Bom ritmo!

;)

Um abraço

JustMe disse...

Embarca no que acreditas
Embarca sem destino
Importa mesmo é ir,
onde quer que te leve...



JustMe