terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Beco

Hoje quero fugir
para um canto escuro
dentro de mim

no beco mais recôndito
na ruela mais sem fim
no esconderijo mais puro

e que ninguém me procure
que eu não me quero encontrar...


fecharei os olhos
serei apenas ente
na maré que vai vem
neste meu beco que sente....

5 comentários:

O Árabe disse...

Belo poema amiga! Em todos nós, há becos escuros e avenidas de luz... e a todos precisaremos atravessar. :) Feliz Natal, um Ano Novo de luz, saúde e paz!

Perla disse...

Mas deixa a Luz do Céu entrar!

Votos de um Santo e Feliz Natal e um Luminoso Ano Novo de Paz e Esperança!

Beijinhos

M. disse...

É o espírito de Natal de uns e outros? Fugir para um beco, fingir que não existem as luzes, os cheiros, os risos..
Por uns dias apetece realmente um canto. [re]encontrar-nos é que pode demorar..

mateo disse...

Tantas vezes a solução é a solidão e o silêncio.
Bjs

prafrente disse...

Não fuja para muito longe.Gostamos de a ter aqui por perto.

Bom Natal