domingo, 10 de maio de 2009

Sulco


a mão que escolheu a palavra

traçou o sulco no corpo

e aí foi poema


letra a letra

pele a pele

desvendou a alma


e num cruzamento

na pele morena

alma e corpo

no mesmo alinhamento



na boca que segue a mão...

a liturgia da seiva

que se derrama ... serena.

19 comentários:

luiz alfredo motta fontana disse...

Entre sulcos o diálogo:


(Maresia)- Gosto de sentir.

(Poesia) - Gosto de quem conhece o sentir, e o expressa como eu.



Tua poesia amadureceu!

Dj JF disse...

Agora a minha rádio passou para www.nightfm.net em vez www.ecolar.pt.to

JF

Maresia disse...

Luiz Montana

Também acho que tenho vindo a evoluir...
Obrigada pelas suas palavras

Maresia disse...

DJ João
Querido aluno, vou ouvir...

PQ disse...

Nas costas de uma mulher desaguam os rios do amanhã.

Intruso disse...

gosto

paulotpires disse...

são sulcos, são marcas, é o sentir profundamente...
beijinho

© efeneto disse...

Tenho palavras que te procuram,
que se acendem nesta existência suave;
palavras para seguir caminhos,
para te abrir os dias;
palavras partículas de fogo
que acarinho para os momentos precisos
nos seus puros abandonos;
palavras verticais como chamas,
que te chamam na procura,
mais claras que o dia.
Com palavras de lua e de vento
invento veredas de palavras
que adoçam os silêncios
e explicam as madrugadas.
Palavras que só a ti direi.

Palavras que servem para dizer que irei voltar aos poucos á vossa companhia.
Um fim-de-semana cheio de amizade e palavras

Elsa disse...

Li
Reli
Voltei a ler!
Sublime este poema.
Parabéns querida amiga!

Pecadormeconfesso disse...

Conta-me o resto :-)
poema poesia e poeta

Lídia Borges disse...

Não tinha ainda lido este poema. Eu que estou sempre atenta a estas marés!

É lindo... táctil, sensual.

Parabéns!

Anónimo disse...

Quanta poesia! A começar pelo seu poético perfil. Adorei conhecer suas palavras, sua forma de poesia.
Stella Tavares

oadestradordesentimentos.blogs.sapo.pt
www.relatosdeumaescritora.blogs.sapo.pt

Maresia disse...

Intruso
Ainda bem, bem vindo!

Maresia disse...

Paulo Pires
São os sulcos que nos deixam e que deixamos.

Maresia disse...

efeneto
Bem vindo de volta, espero que o interregno tenha sido recuperador.

Maresia disse...

Elsa
obrigada amiga,gosto sempre das suas palavras.

Maresia disse...

Pecador
Conto tudo :-))

Maresia disse...

Lídia

Obrigada!

Maresia disse...

Stella
Obrigada pela visita e pelas palavras.